20' jun. de 2011: convoco o amor para as soluções. por pura inocência ou por uma crença silenciosa de quem prefere - seja escolha, obstinação ou ato de coragem - acreditar que, de fato, há no amor uma coerência ímpar capaz de trazer à tona o que pode ser resposta. no que diz respeito a mim, além de intolerante e, por vezes, egoísta, também sou toda coração. e nesse ponto, não vale acusar nenhum erro.

Nenhum comentário: