a vida é assim, Senhor, desabam mesmo pele do rosto e sonhos?



- a. prado

Nenhum comentário: