12' dez. de 2010: às vezes o nó, o nó pequenininho que sustenta o seu sonho desata.

Nenhum comentário: