1' nov. de 2009: na volta para casa chove. ouvimos alguma canção sobre aquele instante. cantamos no nosso tom grave (sem gravidade alguma). havia em nós um sorriso tranquilo. voltando para casa não chove mais. cantamos agora sobre o afago. no meio do caminho desligamos o rádio. cantamos então sobre o meu pescoço que adornava um colar que não era meu.

Nenhum comentário: