7' set. de 2009: cruzo os dedos para que não estrague tudo, para que não se faça de desentendido, de distraído na vida enquanto eu me aproximo.

Nenhum comentário: