penso acordada e ainda planejo coisas tolas sobre nós dois. foram os olhos. as mãos. os dedos cruzados nos meus. foram os pêlos eriçados do braço. foi o arrepio. foi o coração. taquicardia, Deus. foi o jeito de roçar o nariz. foi o tênis. foi o jeans surrado. foi o movimento lento do maxilar. foi o jeito de coçar a barba. foi a risada nervosa. a piscada de olho. as unhas roídas. o cheiro. foi a tosse. foram as pernas cruzadas. foi a vontade da surpresa. foi o nosso jeito de tentar dizer daquelas coisas sem nome. você falou de encontro e eu me perdi.

Nenhum comentário: