video

que eu seja olhos, pensei merleau-ponty enquanto a paisagem se transformava diagonal. minha visão embaça. o chão suspende no calor. o astigmatismo me protege da realidade dos detalhes. e eu me misturo nesse mundo onde o espaço do real que não me cabe em perfeições se confunde aos meus próprios olhos turvos e disformes. eu pertenço na pele, no sentido, quando eriço em pêlos, quando sinto o suor dos dias descendo vertical na espinha.

Nenhum comentário: