entre-tanto a memória das possibilidades morre para que o fato entre inassistido nas atas do verídico; saiu o sol, deve estar tudo bem; subiu a lua, deve estar tudo bem; trocar de pele continuamente talvez leve-me ao centro e a ausência me escame como quem diz eu sinto a falta.

- r. domeneck

Nenhum comentário: