e se for só vontade de corpo? no meio do caminho a gente descobre se o meu coração acelera com a mão dele na minha cocha, se os pêlos dele eriçam com minha boca no pescoço. a travessia é longa. pode ser que os nossos olhos se cruzem certeiros. pode ser que um arrepio corra no meu braço. aquela casa tem o cheiro dele. aquela casa tem o meu cheiro incrustado nos lençóis que ele guardou sem lavar. o chão rangindo suave. o piso nos torna tão horizontais. pode ser que num descuido eu fale de amor. pode ser que num descuido ele fale de amor. e se eu gozar de olhos abertos; eu me apaixono.

Nenhum comentário: