10' out. 2008: uma órbita às avessas. meu corpo contornando espaços que não o da sua cama. quis te ligar mas perdi a voz numa chuva. minha falta de tato já não é cansaço.

Nenhum comentário: