às 03:00h Julie Delphy me diz num inglês afrancesado que há um momento na vida em que não nos recuperamos mais de uma separação. 03:54h eu tive muita certeza disso. às 04:10h água, muita água e eu pensando em dilúvios. 04:19h meias não funcionam. 04:37h o ritual sagrado do copo de água depois de escovar os dentes. 05:36h encaro o teto e durmo. 08:01h acordo grogue e durmo de novo. 10:20h ouço os passos da casa de olhos fechados. 11:00h um torpedo genuino. 11:22h era amor antes, eu juro. 13:15h o sexo e a cidade me cansam. 13:16h literalmente. 14:40h visto uma camisa masculina e um jeans feminino. 15h me pega aqui? 16:47h a travessia da baía nunca me pareceu tão iluminada. 16:48h gargalhamos simultaneamente. 17:03h elevador enguiçado. 17:13h sete andares acima. 18:00h eu não me recupero nunca. 18:19h mas era mesmo amor, eu acho. 18:33h conjugo verbo no passado. 19:00h tony gatlif via torrent. 19:31h olho o corpo dele enquadrado na lente da minha polaroid. 20:02h banho com trilha sonora. 20:03h presta atenção - you're something forgotten. 20:04h nunca. 20:38h cuecas boxer me caem bem. 20:59h sete andares abaixo. 21:11h a baía agora negra fundindo o céu. 21:41h um ano depois. 22:44 caio no sofá. 22:51h o silêncio da casa me faz bem. 23:23h pareço confusa. 00:00h de repente; coração tranqüilo.

Nenhum comentário: